SEJA BEM-VINDO. HOJE É »»» de de


HORAS » : :

segunda-feira, março 16, 2009

FILHOS DA MONTANHA

Habitando no norte de Moçambique, os macuas ocupam uma área próxima dos 200 mil quilómetros quadrados e a sua chegada remonta ao século XI, fruto das migrações dos povos bantos.
Entretanto, desde sempre movidos por uma crença inabalável, os macuas consideram-se filhos da montanha, assim remetendo as suas origens para o monte Namuli – Miyo Kokhuma o Namuli (fui gerado no monte Namuli) é uma citação frequente, identificando inequivocamente o mito das origens.


É então nos céus do Gurué, terra de profundidades e de alturas, que o Namuli aflora dominador, qual sentinela granítica que o tempo aprimorou com alcantilado nariz.
E quando o seu bafo profundo irradia suspenso em momentos de bruma, cerra-se o cume sagrado e também se teme que Muluku (Deus) fique zangado.

  • César Brandão, 16.03.2009

6 COMENTÁRIO(S):

  1. Só agora descobri este blog!Fiquei encantada com ele!Obrigada por ter querido partilhar com quem aqui vem,todo o seu sentir acerca da nossa linda e querida Zambézia.
    As emoções,o reviver da infância e adolescência,enquanto andei por aqui a kuscar especialmente no que diz respeito ao meu Gurué, leva-me a dizer: BEM HAJA!
    Paula

    ResponderEliminar
  2. Amiga Paula

    Como bem diz, uma terra linda e querida como a Zambézia torna-se indelével na memória dos que tiveram a felicidade de se sentirem seus filhos.
    Na barra lateral em "Preferências", e no item afinidades, relevo alguns endereços que se identificam com a Zambézia. Não pretendendo retirar mérito a nenhum, mesmo assim sugiro uma visita à nossa ZAMBEZIANA, "palhota" da nossa conterrânea Graça Pereira que do "Chuabo a esta terra lusitana...", numa escrita vigorosa e cristalina, vai-nos afagando a alma com textos encantadores.
    Grato pelas palavras amigas aqui expressas, também para si: BEM HAJA!

    Um abraço chuabo
    César Brandão

    ResponderEliminar
  3. Amigo Brandão:
    Segui o seu conselho e fui visitar o blog da Zambeziana.Adorei!Tem toda a razão quando me fala da escrita dela.Comungo da mesma opinião:É mesmo cristalina!
    Ando deliciada a lê-la!
    Passei por aqui para lhe agradecer a dica.Valeu!
    Abraço
    Paula

    ResponderEliminar
  4. Foi um acaso descobrir este blog.
    Voltei a sentir a sensação que tive ao chegar ao cume do Namuli.
    Uma sensação de felicidade e liberdade.
    Foi em 2002 que me aventurei a escalar aquele monte enorme e mítico. Mas valeu a pena.
    Um abraço
    Nela

    ResponderEliminar
  5. tambem eu passei pela Zambézia mais propriamente Milange terra que trouse no meu coração ; Mocuba Quelimane onde apaanhei o avião para a beira para vir para ,se Chorei !!! claro que chorei de saber que nunca mais voltava a ver estyas terras lindas que ainda hoge reinam no meu coração . no norte ! sim 20 meses em NOVA VISEU pertence a VILA CABRAL agora lichinga esses tempos ai são para esquecer . honramos os mortos cuidamos dos vivos . Avelino Paulo

    ResponderEliminar
  6. Gurue zona Verde, terra de chá, batata,feijão, milho... nunca m esqueço de você, te amo.

    ResponderEliminar